Brasil, 30 de julho de 2016 - 02:18 indique favoritos mapa

O Colapso dos Bibelôs

O desespero de Danilo nos obriga a enfrentar uma incômoda questão: o que aconteceria se, de uma hora para a outra, as tecnologias que facilitam a comunicação virtual parassem de funcionar?

O colapso ficcional criado na narrativa de Índigo revela o impacto dos meios de comunicação virtual no estabelecimento das nossas relações afetivas mais importantes. E nos leva a enfrentar o desafio de determinar se a tecnologia, hoje, controla as nossas vidas.

A Menina da Árvore

Como engolir o sofrimento diário? Como digerir a rejeição dos colegas? O que fazer quando o próprio corpo é seu maior inimigo? “Por que o mundo todo acontecia pra fora, enquanto ela só acontecia pra dentro?” Essas são algumas das perguntas que atormentam a vida de Antônia.

Ela sonhava em ser como Anita, autora do blog mais popular entre os alunos do Colégio São José. Como seria bom se ela tivesse a coragem para dizer o que pensa da turma da árvore. Aí sim ia deixar de ser invisível.

Presas na Teia

André é um adolescente como tantos outros, que enfrenta gozações diárias, tentando sobreviver a comentários que machucam mais do que agressões físicas. Quando sua masculinidade é questionada, decide fazer alguma coisa para conquistar o respeito dos colegas. Como poderia imaginar, porém, que a divulgação de uma foto teria conseqüências tão sérias?

Em Presas na teia, a autora narra a história desse adolescente que, sem se dar conta dos limites entre público e privado, vê-se enredado em uma teia de dilemas éticos.